Uncategorized

Rosa Weber é eleita a próxima presidente do STF

Foto: arquivo reprodução O Plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) elegeu, nessa quarta-feira (10), a ministra Rosa Weber para presidir...
Leia mais
Uncategorized

Pernambuco registra mais 1.250 casos e 5 óbitos

Foto: Bianca Souza/Acervo JC Imagem A Secretaria Estadual de Saúde (SES) registrou nesta quarta-feira (10), em Pernambuco, 1.250 casos da...
Leia mais
Uncategorized

Lei de Diretrizes Orçamentárias prevê mínimo de R$ 1.294 em 2023

Foto: Divulgação A Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2023 publicada ontem (10) no Diário Oficial da União prevê um...
Leia mais
Uncategorized

Quase metade dos brasileiros fazem bico para completar renda

Quase metade dos brasileiros com 16 anos de idade ou mais precisaram fazer atividades extras nos últimos 12 meses para...
Leia mais
Uncategorized

Bodocó notifica primeiro caso suspeito de Varíola dos Macacos

Foto: reprodução O município de Bodocó, situado no Sertão do Araripe, notificou nessa terça-feira, 9, o primeiro caso suspeito de...
Leia mais
Uncategorized

Miguel garante presença em debates de TV e rádio e lamenta desistência dos adversários

Foto: reprodução O candidato a governador Miguel Coelho lamentou o cancelamento do primeiro debate que ocorreria na próxima sexta-feira (12),...
Leia mais
Uncategorized

Ginecologista acusado de abusar pacientes é preso no Sertão de Pernambuco

Foto: reprodução O Conselho Regional de Medicina de Pernambuco (Cremepe) havia decretado a interdição cautelar total e impediu o médico...
Leia mais
Uncategorized

Projeto cria programa de acompanhamento de pacientes de câncer de mama

O Senado aprovou ontem (10) o projeto que cria um programa de acompanhamento de pacientes com câncer de mama, para...
Leia mais
Uncategorized

Mega-Sena acumula e próximo concurso deve pagar R$ 27 milhões

O concurso 2.509 da Mega-Sena, realizado nesta quarta-feira (10) no Espaço Loterias da Caixa em São Paulo, não teve acertadores das seis...
Leia mais
Uncategorized

Beneficiários com NIS final 3 recebem hoje Auxílio Brasil

A Caixa Econômica Federal paga hoje (11) a parcela de agosto do Auxílio Brasil aos beneficiários com Número de Inscrição Social (NIS) final 3....
Leia mais
Uncategorized

Vídeo mostra vítima de feminicídio e namorado em elevador antes de crime, em prédio no Recife

Imagens de câmeras de segurança de um elevador registraram os últimos momentos de vida da administradora Renata Alves Costa, de...
Leia mais
Uncategorized

Alcymar Monteiro humilha banda em show e músicos se demitem; Veja vídeo

O cantor Alcymar Monteiro, de 72 anos, se envolveu em uma grande polêmica durante uma apresentação em Santa Terezinha, Pernambuco,...
Leia mais
b22b4e93-0467-467c-a1aa-23aaeff4d789

Estados pedem novamente que STF suspenda decisão de Mendonça sobre ICMS

Os governos dos 26 estados e do Distrito Federal pediram, nesta quinta-feira (30), que o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, suspenda uma decisão liminar (ou seja, provisória) do ministro André Mendonça sobre a tributação do ICMS sobre combustíveis.

Mendonça é o relator de uma outra ação que também trata de regras para a cobrança do ICMS sobre combustíveis. Após uma tentativa frustrada de conciliação entre estados e a União, Mendonça decidiu, de maneira provisória, suspender um ato do Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz) que regulamentava a cobrança da alíquota sobre diesel.

Com a decisão de Mendonça, não será permitido ter 27 alíquotas diferentes de ICMS, o que representa uma uniformidade e redução do valor do combustível e menor flutuação dos preços.

Os estados também criticaram o pedido feito pela Advocacia Geral da União (AGU) na noite de quarta-feira (29) de mais 30 dias para se manifestar na tentativa de acordo em torno da alíquota do imposto.

Segundo os estados, o pedido de suspensão da liminar de Mendonça se dá para evitar “um verdadeiro caos tributário no campo do ICMS sobre combustíveis, com grave danos operacionais no campo tributário”.

“Ato contínuo à audiência, e dentro do prazo acordado e firmado em Ata, os Estados apresentaram a proposta constante da petição. Já a União, contudo, não apresentou propostas e, mais, solicita um dilatado prazo de 30 dias, às vésperas do recesso do Excelso Pretório, para análise dos pontos da proposta apresentada pelos Entes Federados – o que não se coaduna com a premência que a importância da matéria exige”, justificou o Colégio Nacional de Procuradorias-Gerais dos Estados e do Distrito Federal (Conpeg), que assina o documento.

Deixe um comentário