Uncategorized

Em Pernambuco, 149 crianças e adolescentes estão aptos à adoção

Pernambuco ocupa atualmente o sexto lugar no ranking de estados que mais realizam adoções no País, de acordo com dados...
Leia mais
Uncategorized

Mulher que teve nome de ex tatuado no rosto desabafa: “Me matou por dentro”

Uma mulher teve o nome de seu ex-namorado tatuado no rosto após ter sido sequestrada e mantida em cárcere pelo...
Leia mais
Uncategorized

Madrasta confessa que atirou criança do 4º andar em Alagoas

A madrasta do garoto de 6 anos, que foi atirado do 4º andar de um prédio, no bairro do Benedito Bentes,...
Leia mais
Uncategorized

Prazo de convocação de candidatos do Fies termina nesta quinta-feira

O prazo para a convocação dos candidatos inscritos na lista de espera para o primeiro processo seletivo de 2022 do...
Leia mais
Uncategorized

OMS: não há urgência para vacinação contra varíola dos macacos

A Organização Mundial da Saúde (OMS) não acredita que o surto de varíola dos macacos fora da África exija vacinações...
Leia mais
Uncategorized

Governo reduz imposto de importação de vários produtos

O governo federal decidiu pela redução de 10% nas alíquotas do imposto de importação sobre vários produtos. O objetivo é,...
Leia mais
Uncategorized

Policiais prendem indivíduo e erradicam roça de maconha na Fazenda Garrote Morto, no Sertão de Pernambuco

Neste domingo (22), durante atuação conjunta entre as equipes do GATI, Malhas da Lei e NIS-2, todos da 1ª CIPM,...
Leia mais
Uncategorized

Partidos têm até dia 31 para pedir registro de federações partidárias

Até o dia 31 deste mês, a Justiça Eleitoral encerra o prazo para a oficialização de federações partidárias. Inédita no país, a nova...
Leia mais
Uncategorized

Enxaqueca requer tratamento médico, alerta neurologista

No mês de conscientização da cefaleia, o neurologista Leandro Calia, membro da Sociedade Brasileira de Cefaleia (SBC) e do corpo...
Leia mais
Uncategorized

Agência Brasil explica: como fazer declaração retificadora do IR

O prazo para a entrega da Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) termina no próximo dia 31. Se o contribuinte...
Leia mais
Uncategorized

Noite do Piseiro é o esquenta para a reabertura do Kazarão Clube em Ouricuri dia 04 de junho

Depois de mais de 2 anos cheio de adiamentos por conta principalmente do avanço da pandemia e por diversos artistas...
Leia mais
Uncategorized

Divulgado o resultado do concurso para o Censo 2022 do IBGE

O resultado do processo seletivo simplificado (PSS) do Censo Demográfico 2022, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), foi...
Leia mais
b22b4e93-0467-467c-a1aa-23aaeff4d789

Regra eleitoral aprovada no Senado teria barrado 21 mil candidatos em 2020

O PL (projeto de lei) 1.086/2021, aprovado pelo Senado na 3ª feira passada (13.jul.2020) mudou o número máximo de candidaturas em disputas proporcionais.

Em 2020, o Brasil teve 495 mil candidatos a vereador. Com a nova regra, teriam sido 20.906 a menos (queda de 4%).

A mesma regra teria reduzido em 1.339 os candidatos a deputado estadual, federal e distrital de 2018. Foram 24.727 candidatos naquele pleito. Se a norma proposta já estivesse em vigor, teriam sido 23.388 candidatos a esses cargos (5% a menos).

Hoje, um partido pode lançar até 50% mais candidatos do que o número de vagas no Legislativo. Se há 10 cadeiras de vereador, por exemplo, a sigla pode ter até 15 candidatos. A nova norma estabelece que o número deve, no máximo, superar em 1 candidato as vagas em disputa. No caso de 10 vagas, cada legenda poderia lançar 11 candidatos.

A nova regra só valeria para cidades com mais de 100 mil eleitores (no caso das eleições municipais) ou para Unidades da Federação com mais de 18 cadeiras na Câmara Federal. Neste último caso, o limite se aplicaria a candidaturas a deputado federal, estadual e distrital.

METODOLOGIA

Poder360 calculou, em todas as cidades e todos os Estados, quantos candidatos cada partido lançou além do novo limite. A comparação foi feita nas eleições de 2018 e 2020 para os cargos de vereador, deputado estadual, deputado distrital e deputado federal. Foram consideradas apenas os municípios com mais de 100 mi habitantes e, no caso de eleições gerais, os Estados com mais de 18 cadeiras na Câmara.

“CANDIDATURAS FORTES”

O projeto aprovado, do senador Ciro Nogueira (PP-PI) tem o objetivo de evitar “candidaturas desnecessárias”, impedir possíveis fraudes (candidatos laranjas) e permitir a melhor distribuição dos recursos para financiar as campanhas.

“A proposta também força os partidos a lançarem candidaturas fortes, com reais chances de êxito, e, dessa forma, procura-se fortalecer a qualidade dos quadros partidários e o valor do sistema democrático representativo”, argumenta o autor do PL.

Ciro Nogueira diz na justificativa do projeto que, com a proibição das doações privadas para as eleições e a posterior criação do Fundo Especial de Financiamento de Campanha (FEFC), houve um descompasso na distribuição de recursos entre os candidatos de cada partido.

Atualmente, parte expressiva dos concorrentes entra sem chances de ser eleito. Para se ter uma ideia da dimensão disso, o Poder360 compilou alguns números: dos 532 mil candidatos que foram julgados aptos e disputaram as Eleições de 2020, 323 mil não receberam sequer um centavo de financiamento público (dinheiro de Fundo Eleitoral e Partidário distribuído pelas legendas). Apenas 11.327 candidatos receberam R$ 100 ou mais desses recursos.

Deixe um comentário