Uncategorized

Luz deve subir 19% em 2022, diz levantamento; seca é maior responsável

A conta de luz deve sofrer, em média, um reajuste de 19% em 2022, de acordo com cálculos da TR...
Leia mais
Uncategorized

Deputados se posicionam contra o Carnaval em Pernambuco

A Reunião Plenária da Alepe foi marcada por apelos para que o Governo do Estado adote medidas de controle da...
Leia mais
Uncategorized

MEC publica edital para adesão das instituições ao Fies de 2022

O Ministério da Educação (MEC) publicou nesta quarta-feira (1º) o edital com o cronograma e os procedimentos para participação das mantenedoras de...
Leia mais
Uncategorized

Pelo menos 14 capitais não terão festa de Réveillon neste ano

Ao menos 14 capitais brasileiras decidiram não realizar festas de Réveillon na virada de 2021 para 2022, devido ao avanço...
Leia mais
Uncategorized

Brasil tem 11,4 mil novos casos de covid-19 e 283 mortes em 24 horas

O balanço divulgado nessa quarta-feira (1º) pelo Ministério da Saúde registra 11.413 novos casos de covid-19 no Brasil, em 24...
Leia mais
Uncategorized

Inep divulga gabaritos oficiais do Enem; confira

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Anísio Teixeira (Inep) divulgou nesta quarta-feira (1º) os gabaritos oficiais do Exame Nacional...
Leia mais
Uncategorized

Senado vota hoje medida que cria Auxílio Brasil, o novo Bolsa Família

O Senado vota nesta quinta-feira a medida provisória (MP) que criou o programa Auxílio Brasil, substituto do Bolsa Família e...
Leia mais
Uncategorized

Mega-Sena acumula e prêmio sobe para R$ 16 milhões; confira os números

A Caixa realizou na noite desta quarta-feira o sorteio do concurso 2.433 da Mega-Sena, com um prêmio de R$ 11.008.240,88,...
Leia mais
Uncategorized

Mais de 300 hectares de caatinga e cerrado desmatados em Área de Proteção Ambiental na Chapada do Araripe

Uma área de mais de 300 hectares da Serra da Perua, encravada na Área de Proteção Ambiental (APA) da Chapada...
Leia mais
Uncategorized

Brasil tem a maior proporção de crianças fora da escola dos últimos seis anos

Levantamento do Todos Pela Educação mostra que o Brasil tem o maior número de crianças de 6 a 14 anos...
Leia mais
Uncategorized

Bolsonaro no PL muda dinâmica de forças na oposição pernambucana

Foto: reprodução Por Diego Lagedo / PE em Pauta A filiação de Bolsonaro ao PL, realizada nessa terça-feira (30), continua...
Leia mais
Uncategorized

Mais 230 casos e oito mortes por Covid-19 são registrados em Pernambuco

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) registrou, nesta terça-feira (30), 230 casos da Covid-19. Entre os confirmados hoje, 19 (8%)...
Leia mais
b22b4e93-0467-467c-a1aa-23aaeff4d789

Câmara acaba com piso salarial de 5 categorias. Veja quais!

A Câmara dos Deputados revogou o piso salarial para os formados em Agronomia, Arquitetura, Engenharia, Química e Veterinária em vigor desde 1966. Agora, os conselhos federais dessas categorias se mobilizam para reverter à medida no Senado e cogitam até mesmo judicializar a questão.

O texto final da Medida Provisória (MP) 1.040, com o objetivo de facilitar a abertura de empresas, aprovado pela Câmara em votação simbólica no fim de junho, conta em seu artigo 57 com um “revogaço” de 33 leis ou trechos de leis. Entre elas, o relator Marco Bertaiolli (PSD-SP) incluiu a revogação da Lei nº 4.950-A, que garante o piso salarial dessas cinco categorias. Para os formados em cursos de graduação de quatro anos, o piso é de seis salários mínimos (R$ 6,6 mil). Para cursos de menor duração, o piso é de cinco salários (R$ 5,5 mil).

Para o relator na Câmara, não faz sentido que essas categorias – ou quaisquer outras – tenham um piso salarial garantido em lei federal.

– Procuramos desburocratizar ao máximo o Brasil. Junto com o Ministério da Economia, buscamos revogar legislações que não possuíam mais sentido com a realidade. Uma delas é o piso para algumas profissões específicas. O único piso que deve existir em lei é o salário mínimo. A partir daí é uma negociação entre sindicatos e empresas. Imagina se todas as profissões tivessem um piso em lei, diz o deputado.

Bertaiolli acredita que o Senado não deve fazer muitas alterações em um texto aprovado quase por unanimidade pelos deputados – apenas a bancada do PSOL se declarou contra a MP.

– As empresas não conseguem mais conviver com essa legislação. Muitas vezes, a empresa contrata como auxiliar técnico para não dizer que é engenheiro. A categoria não ficará desassistida. Existem os acordos trabalhistas para isso, afirma o relator.

Deixe um comentário