Uncategorized

Reinventar é o verbo mais conjugado dos professores

Após um ano e meio de ensino exclusivamente remoto, desde agosto deste ano, muitas das instituições de ensino escolar retornaram...
Leia mais
Uncategorized

Alepe: Projeto determina que hospitais e médicos informem direitos a gestantes

Gestantes atendidas pela rede pública de saúde em Pernambuco deverão ser informadas sobre todos os direitos legais garantidos a elas...
Leia mais
Uncategorized

Estados querem que mudança no ICMS dos combustíveis seja rejeitada no Senado

Os estados defendem que o Senado rejeite o projeto de lei que promove alterações no cálculo do ICMS sobre os...
Leia mais
Uncategorized

Bares, restaurantes e eventos podem funcionar até 2h da manhã em Pernambuco

A partir desta sexta-feira (15), bares, restaurantes e eventos poderão funcionar até 2h da manhã em Pernambuco. A nova flexibilização...
Leia mais
Uncategorized

Araripina: Estado conclui primeira etapa de requalificação do aeroporto

Foto: divulgação Mais um importante passo foi dado no sentido de garantir o fortalecimento e a consolidação da aviação regional...
Leia mais
Uncategorized

Lei que prorroga medidas excepcionais na educação é sancionada

O presidente Jair Bolsonaro sancionou nesta quarta-feira (13) a lei que amplia até o fim do ano letivo de 2021...
Leia mais
Uncategorized

Pernambuco registra 171 casos e dois óbitos pela Covid-19

Foto: Silvio Ávila/AFP Pernambuco registrou nesta quarta-feira (13), duas mortes e 171 casos da Covid-19. De acordo com os novos...
Leia mais
Uncategorized

Senado aprova medidas de proteção a vítimas de violência doméstica

O Senado aprovou nesta quarta (13) um projeto de lei (PL) que amplia a proteção a vítimas de violência doméstica...
Leia mais
Uncategorized

Covid-19: Brasil tem 601,5 mil mortes e 21,59 milhões de casos

O número de pessoas que perderam a vida para a pandemia de covid-19 chegou a 601.574. Em 24 horas, as...
Leia mais
Uncategorized

Brasil ultrapassa 100 milhões de pessoas com ciclo vacinal completo

O Brasil ultrapassou a marca de 100 milhões de pessoas com o ciclo vacinal contra a covid-19 completo. O termo...
Leia mais
Uncategorized

Secretaria de Educação de Pernambuco anuncia concurso com 3,5 mil vagas

Foto: Aldo Carneiro/Pernambuco Press A Secretaria Estadual de Educação anunciou, nesta quarta-feira (13), concurso público com 3,5 mil vagas para...
Leia mais
Uncategorized

PRF registra queda de 21% em acidentes graves durante o feriado em rodovias federias

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) divulgou nesta quarta-feira (13) os números da Operação Nossa Senhora Aparecida, realizada todos os anos...
Leia mais
b22b4e93-0467-467c-a1aa-23aaeff4d789

Governo Federal sanciona lei que pretende evitar superendividamento da população

O Governo Federal sancionou, nesta sexta-feira (2), um Projeto de Lei que estabelece novas regras que pretendem prevenir o superendividamento dos consumidores. O texto, aprovado por deputados e senadores, recebeu alguns vetos e ainda será publicado no Diário Oficial da União. A norma altera o Código de Defesa do Consumidor e o Estatuto do Idoso.

A lei estabelece que qualquer compromisso financeiro assumido dentro das relações de consumo pode levar uma pessoa ao superendividamento. Nesse rol estão, por exemplo, operações de crédito, compras a prazo e serviços de prestação continuada. A lista inclui ainda dívidas contraídas por fraude, má-fé, celebradas propositalmente com a intenção de não pagamento ou relativas a bens e serviços de luxo não são contempladas na proposta.

Pelo texto, os contratos de crédito e de venda a prazo devem informar dados envolvidos na negociação como taxa efetiva de juros, total de encargos e montante das prestações. O projeto também proíbe que ofertas de crédito ao consumidor usem os termos como “sem juros”, “gratuito”, “sem acréscimo” e “com taxa zero”, mesmo que de forma implícita. Apesar disso, esse ponto não se aplica à oferta para pagamentos feitos com cartão de crédito.

Regras

Com o novo regramento, empresas ou instituições que oferecerem crédito também ficam proibidas de assediar ou pressionar o consumidor para contratá-la, inclusive por telefone, e principalmente se o consumidor for idoso, analfabeto ou vulnerável ou se a contratação envolver prêmio. Elas também não podem ocultar ou dificultar a compreensão sobre os riscos contratação do crédito ou da venda a prazo.

Outra proibição diz respeito à indicação de que a operação de crédito pode ser concluída sem consulta a serviços de proteção ao crédito ou sem avaliação da situação financeira do consumidor. (Fonte: Agência Brasil)

Deixe um comentário