Uncategorized

Brasil registra 1ª cirurgia contra diabetes tipo 2 feita com robô

O empresário Edmilson Dalla Vecchia Ribas, 61 anos, foi o primeiro paciente com diabetes do tipo 2 submetido à cirurgia...
Leia mais
Uncategorized

Covid-19: Brasil registra 557,2 mil mortes e 19,95 milhões de casos

As mortes em consequência da covid-19 chegaram a 557.223 no Brasil. Nas últimas 24 horas, autoridades de saúde registraram 389...
Leia mais
Uncategorized

Bolsonaro lança programa que levará água potável a escolas do Nordeste

O governo federal lançou nesta segunda-feira (2) o Programa Água nas Escolas, que prevê, na primeira etapa, a construção de...
Leia mais
Uncategorized

Homem é preso acusado de estuprar quatro netas de ex-companheira na Bahia

Um homem de 62 anos, que não teve a identidade revelada, foi preso no povoado de Lagoa Dourada, zona rural...
Leia mais
Uncategorized

PRF inicia fiscalização do exame toxicológico de motoristas em todo o país

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) iniciou neste domingo (01) em todo o Brasil uma nova etapa da fiscalização do exame toxicológico...
Leia mais
Uncategorized

Pernambuco soma mais 524 casos e 14 óbitos

A Secretaria Estadual de Saúde (SES) registrou em Pernambuco, nesta segunda-feira (2), mais 524 casos do novo coronavírus (Covid-19). Entre...
Leia mais
Uncategorized

Escolas particulares de Pernambuco podem voltar com 100% da capacidade e respeito ao distanciamento

Após um longo período de pausas nas atividades presenciais e rodízios com aulas remotas, as escolas particulares de Pernambuco voltaram...
Leia mais
Uncategorized

Inscrições para o Sisu começam nesta terça-feira

Estudantes de todo o país que participaram da última edição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e que pretendem...
Leia mais
Uncategorized

MPs de todo o Brasil iniciam campanha de conscientização de vítimas de violência

O Grupo Nacional de Coordenadores de Centro de Apoio Criminal (GNCCRIM), órgão vinculado ao Conselho Nacional de Procuradores-Gerais dos Ministérios...
Leia mais
Uncategorized

‘Não comento falas do presidente’, diz Mourão após nova declaração de Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro voltou a falar de seu vice-presidente, Hamilton Mourão, durante entrevista para a rádio ABC de Novo...
Leia mais
Uncategorized

Laudo aponta ausência de lesões nas mãos do marido de Joice Hasselmann, diz defesa

O laudo do exame de corpo de delito feito no marido da deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP), o neurocirurgião Daniel...
Leia mais
Uncategorized

Exu: Corpo com sinais de afogamento é encontrado dentro de cacimba

O corpo de um homem de 44 anos foi localizado por policiais militares do 7º Batalhão (BPM) em Exu (PE),...
Leia mais
b22b4e93-0467-467c-a1aa-23aaeff4d789

Denúncia de propina de US$ 1 por dose empareda governo, e Planalto tenta blindar Bolsonaro

Auxiliares de Jair Bolsonaro discutem nos bastidores como blindar o presidente das recentes denúncias contra o seu governo em relação a contratos de vacinação. As crises constantes têm atingido uma de suas bandeiras eleitorais de que não haveria irregularidades em sua gestão.

Bolsonaro ignorou a denúncia de oferta de propina na compra de vacina e afirmou nesta quarta-feira (30) que mentiras não vão tirá-lo do Palácio do Planalto, referindo-se à CPI da Covid no Senado como “CPI de bandidos”.

“Não conseguem nos atingir. Não vai ser com mentiras ou com CPI, integrada por sete bandidos, que vão nos tirar daqui. Temos uma missão pela frente: conduzir o destino da nossa nação e zelar pelo bem-estar e pelo progresso do nosso povo”, disse em discurso de improviso durante visita a Ponta Porã (MS).

Reservadamente, assessores presidenciais criticam a demora do Planalto em reagir a turbulências, sobretudo as que envolvem a CPI da Covid no Senado.

A queda de Roberto Ferreira Dias da Diretoria de Logística do Ministério da Saúde é um exemplo.

Desgastado nas últimas semanas em razão das suspeitas em torno da compra da vacina indiana Covaxin, ele só foi exonerado após o representante de uma vendedora de vacinas afirmar à Folha de S.Paulo que recebeu dele pedido de propina de US$ 1 por dose em troca de fechar contrato.

O mesmo tem ocorrido em relação ao líder do governo na Câmara, Ricardo Barros (PP-PR), apontado como um dos fiadores da indicação de Dias. Bolsonaro resiste em tirá-lo do posto, à espera de que o próprio deputado abra mão.

Deixe um comentário