Uncategorized

Walkyria Santos, ex-Magníficos, lamenta a morte do filho de 16 anos

A assessoria da cantora Walkyria Santos, ex-vocalista da Magníficos, informou, nesta terça-feira (3), que Lucas, filho da artista, faleceu aos...
Leia mais
Uncategorized

MEC divulga lista de pré-selecionados para Fies do segundo semestre

O Ministério da Educação (MEC) divulgou no fim da noite dessa terça-feira (3) a relação dos candidatos pré-selecionados em chamada...
Leia mais
Uncategorized

WhatsApp ganha opção para enviar fotos e vídeos que só podem ser visualizados uma vez

Para aumentar a privacidade dos usuários, o Whatsapp oficializou nesta terça-feira (03) um recurso que permite enviar fotos e vídeos que podem...
Leia mais
Uncategorized

Governo estuda dar bônus no Bolsa Famíla para quem conseguir emprego

Parte do governo federal avalia a proposta de pagar um valor de bônus aos beneficiários do Bolsa Família que conseguirem...
Leia mais
Uncategorized

Com aporte de R$ 5 bilhões, Plano Retomada deverá gerar 130 mil empregos em Pernambuco

O governo de Pernambuco lançou nesta terça-feira um pacote de incentivos que deverá estimular a geração de empregos e o...
Leia mais
Uncategorized

Reverendo chora, admite culpa e pede desculpas ao Brasil

O reverendo Amilton Gomes de Paula, fundador da ONG Senah (Secretaria Nacional de Assuntos Humanitários) e citado como um intermediador...
Leia mais
Uncategorized

CPI retira convocação de Braga Netto da pauta por ‘risco político’

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid retirou da pauta a convocação do ministro da Defesa, Walter Braga Netto....
Leia mais
Uncategorized

‘Não há possibilidade de estourar teto’, diz Arthur Lira sobre novo Bolsa Família

O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL) negou que o novo Bolsa Família chegue a R$ 400, como defende o...
Leia mais
Uncategorized

Armas e produtos avaliados em R$ 500 mil são apreendidos no Porto de Suape em ação contra fraude em compras no exterior e sonegação de impostos

Um esquema fraudulento de importação de mercadorias, que entravam no Brasil sem pagar impostos, foi descoberto pela Receita Federal no...
Leia mais
Uncategorized

Corpo do ex-governador de Pernambuco Joaquim Francisco será cremado nesta quarta-feira, em Paulista

O corpo do ex-governador Joaquim Francisco, que faleceu nesta terça-feira  vítima de um câncer de pâncreas, será cremado nesta quarta-feira...
Leia mais
Uncategorized

Gasolina mais cara: agosto começa com novo reajuste do combustível

O mês de agosto mal começou e o consumidor já precisará preparar o bolso para mais um aumento no preço...
Leia mais
Uncategorized

Ministério da Educação cria Programa Educação e Família

O Ministério da Educação publicou no Diário Oficial da União de hoje (3) a portaria que institui o Programa Educação e Família....
Leia mais
b22b4e93-0467-467c-a1aa-23aaeff4d789

Câmara aprova por ampla maioria projeto que limita punição aos maus gestores

Por larga margem de votos, a Câmara aprovou alterações na lei de improbidade , numa votação que uniu a oposição, governistas e o Centrão. Petistas e bolsonaristas votaram juntos. Pelo novo texto, do relator Carlos Zarattini (PT-SP) , um agente público – de servidor público a governador – só responderá por ato de improbidade se ficar demonstrado que ele agiu de forma intencional, para causar dano ao erário e enrique ilicitamente. Foram 408 votos a favor e 67 contra e uma abstenção.

Antes do início da votação, o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL) , fez um discurso forte em defesa dessas mudanças. Ele disse que a atual legislação é “antiquada e ultrapassada” e que engessa o trabalho dos bons gestores.

O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), abriu a votação do projeto que altera a lei de improbidade com um discurso forte em defesa dessas mudanças. Ele disse que a atual legislação é “antiquada e ultrapassada” e que engessa o trabalho dos bons gestores.

Lira atacou o procurador-geral de Justiça de São Paulo, Mário Sarrubbo , quem recebeu recentemente em seu gabinete. O presidente da Câmara contou que Sarrubbo o pediu que não pautasse o projeto que combate os supersalários no Judiciário.

— Essa é a função do procurador-geral de Justiça de São Paulo , que hoje disse que esse projeto (da lei de improbidade) é o projeto da impunidade — disse Lira, que anunciou que essa proposta que mexe na remuneração do Judiciário será pautado em breve.

Deputados contrários às mudanças na lei, argumentaram que faltou mais debate do projeto e que deveria passar pela comissão especial. Arthur Lira levou a proposta para votação direta no plenário. Kim Kataguiri (DEM-SP) , que votou contra, afirmou que as mudanças fragilizam o combate à corrupção.

— Impressiona a aliança entre o petismo e o bolsonarismo. É um erro não punir a negligência de um gestor, que sumiu do texto. Se um prefeito ou um governador quiser distribuir um medicamento sem comprovação científica não terá problema. Não será punido, apesar de ser negligente — disse Kataguiri.

A favor das mudanças na lei, o Hildo Rocha (MDB-MA) disse conhecer muitos homens e mulheres que sofreram perseguições em cargos públicos e tiveram suas imagens maculadas.

— No final, em muitos desses casos ficou comprovado que não houve ilícito algum, ninguém enriqueceu ou outra coisa. O caso foi arquivado, mas a pessoa teve a imagem destruída — afirmou.

Autor do projeto original, Roberto de Lucena (Podemos-SP) encaminhou contra o relatório. Ele disse que sua proposta foi “desfigurada”.

Deixe um comentário