Uncategorized

Pernambuco recebe mais 53 mil doses de AstraZeneca

Foto: Hélia Scheppa/SEI-PE Mais 53 mil doses de vacinas contra a Covid-19 produzidas pela AstraZeneca/Fiocruz chegaram a Pernambuco na manhã...
Leia mais
Uncategorized

Miguel Coelho anunciará na próxima semana diretrizes do seu plano de governo

Foto: divulgação O pré-candidato Miguel Coelho (UB) anunciará nesta segunda-feira (30), às 10h, no Recife, as diretrizes do seu plano...
Leia mais
Uncategorized

A cinco meses das eleições, Congresso e governo articulam para baratear luz e diesel

Foto: EBC/AgBr O Governo Jair Bolsonaro e a cúpula do Congresso preparam uma nova ofensiva para reduzir os reajustes na...
Leia mais
Uncategorized

Aneel mantém bandeira tarifária verde para junho

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) decidiu acionar a bandeira verde no mês de junho para todos os consumidores...
Leia mais
Uncategorized

Ivete Sangalo faz show antológico em Juazeiro e ainda deixa ‘presente’ para região

Foi um momento histórico. A musa Ivete Sangalo festejou como quis seus 50 anos de vida com um grande show...
Leia mais
Uncategorized

Mega-Sena deste sábado sorteia prêmio de R$ 100 milhões

O Concurso 2.485 da Mega-Sena, que será realizado hoje (28) à noite em São Paulo, deverá pagar o prêmio de R$ 100...
Leia mais
Uncategorized

Projeto em 19 maternidades do SUS reduz mortalidade materna em 37%

Projeto desenvolvido em 19 hospitais do Sistema Único de Saúde (SUS) reduziu a mortalidade materna em mais de 30%. Foram...
Leia mais
Uncategorized

Caixa inaugura hoje a +Milionária com prêmio mínimo de R$ 10 milhões

A Caixa fará hoje (28) o sorteio da mais nova loteria federal, a +Milionária. Diferentemente da Mega Sena - o...
Leia mais
Uncategorized

Trabalhadores nascidos em setembro podem sacar até R$ 1 mil do FGTS

Trabalhadores nascidos em setembro podem sacar até R$ 1 mil das contas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS)...
Leia mais
Uncategorized

Primeiro caso de varíola do macaco na América Latina é confirmado na Argentina

O Ministério da Saúde da Argentina confirmou o primeiro caso da varíola dos macacos no país, nesta sexta-feira (27). O...
Leia mais
Uncategorized

Diretora de escola é agredida por estudante com ‘mata-leão’; Veja vídeo

A diretora de uma escola em Itararé, no interior de São Paulo, foi agredida por um aluno de 17 anos...
Leia mais
Uncategorized

Câmara aprova limite da alíquota de ICMS sobre combustíveis

A Câmara dos Deputados aprovou, na noite de ontem (25), o projeto que limita a aplicação de alíquota do Imposto...
Leia mais
b22b4e93-0467-467c-a1aa-23aaeff4d789

Câmara aprova por ampla maioria projeto que limita punição aos maus gestores

Por larga margem de votos, a Câmara aprovou alterações na lei de improbidade , numa votação que uniu a oposição, governistas e o Centrão. Petistas e bolsonaristas votaram juntos. Pelo novo texto, do relator Carlos Zarattini (PT-SP) , um agente público – de servidor público a governador – só responderá por ato de improbidade se ficar demonstrado que ele agiu de forma intencional, para causar dano ao erário e enrique ilicitamente. Foram 408 votos a favor e 67 contra e uma abstenção.

Antes do início da votação, o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL) , fez um discurso forte em defesa dessas mudanças. Ele disse que a atual legislação é “antiquada e ultrapassada” e que engessa o trabalho dos bons gestores.

O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), abriu a votação do projeto que altera a lei de improbidade com um discurso forte em defesa dessas mudanças. Ele disse que a atual legislação é “antiquada e ultrapassada” e que engessa o trabalho dos bons gestores.

Lira atacou o procurador-geral de Justiça de São Paulo, Mário Sarrubbo , quem recebeu recentemente em seu gabinete. O presidente da Câmara contou que Sarrubbo o pediu que não pautasse o projeto que combate os supersalários no Judiciário.

— Essa é a função do procurador-geral de Justiça de São Paulo , que hoje disse que esse projeto (da lei de improbidade) é o projeto da impunidade — disse Lira, que anunciou que essa proposta que mexe na remuneração do Judiciário será pautado em breve.

Deputados contrários às mudanças na lei, argumentaram que faltou mais debate do projeto e que deveria passar pela comissão especial. Arthur Lira levou a proposta para votação direta no plenário. Kim Kataguiri (DEM-SP) , que votou contra, afirmou que as mudanças fragilizam o combate à corrupção.

— Impressiona a aliança entre o petismo e o bolsonarismo. É um erro não punir a negligência de um gestor, que sumiu do texto. Se um prefeito ou um governador quiser distribuir um medicamento sem comprovação científica não terá problema. Não será punido, apesar de ser negligente — disse Kataguiri.

A favor das mudanças na lei, o Hildo Rocha (MDB-MA) disse conhecer muitos homens e mulheres que sofreram perseguições em cargos públicos e tiveram suas imagens maculadas.

— No final, em muitos desses casos ficou comprovado que não houve ilícito algum, ninguém enriqueceu ou outra coisa. O caso foi arquivado, mas a pessoa teve a imagem destruída — afirmou.

Autor do projeto original, Roberto de Lucena (Podemos-SP) encaminhou contra o relatório. Ele disse que sua proposta foi “desfigurada”.

Deixe um comentário