Uncategorized

Em Pernambuco, 149 crianças e adolescentes estão aptos à adoção

Pernambuco ocupa atualmente o sexto lugar no ranking de estados que mais realizam adoções no País, de acordo com dados...
Leia mais
Uncategorized

Mulher que teve nome de ex tatuado no rosto desabafa: “Me matou por dentro”

Uma mulher teve o nome de seu ex-namorado tatuado no rosto após ter sido sequestrada e mantida em cárcere pelo...
Leia mais
Uncategorized

Madrasta confessa que atirou criança do 4º andar em Alagoas

A madrasta do garoto de 6 anos, que foi atirado do 4º andar de um prédio, no bairro do Benedito Bentes,...
Leia mais
Uncategorized

Prazo de convocação de candidatos do Fies termina nesta quinta-feira

O prazo para a convocação dos candidatos inscritos na lista de espera para o primeiro processo seletivo de 2022 do...
Leia mais
Uncategorized

OMS: não há urgência para vacinação contra varíola dos macacos

A Organização Mundial da Saúde (OMS) não acredita que o surto de varíola dos macacos fora da África exija vacinações...
Leia mais
Uncategorized

Governo reduz imposto de importação de vários produtos

O governo federal decidiu pela redução de 10% nas alíquotas do imposto de importação sobre vários produtos. O objetivo é,...
Leia mais
Uncategorized

Policiais prendem indivíduo e erradicam roça de maconha na Fazenda Garrote Morto, no Sertão de Pernambuco

Neste domingo (22), durante atuação conjunta entre as equipes do GATI, Malhas da Lei e NIS-2, todos da 1ª CIPM,...
Leia mais
Uncategorized

Partidos têm até dia 31 para pedir registro de federações partidárias

Até o dia 31 deste mês, a Justiça Eleitoral encerra o prazo para a oficialização de federações partidárias. Inédita no país, a nova...
Leia mais
Uncategorized

Enxaqueca requer tratamento médico, alerta neurologista

No mês de conscientização da cefaleia, o neurologista Leandro Calia, membro da Sociedade Brasileira de Cefaleia (SBC) e do corpo...
Leia mais
Uncategorized

Agência Brasil explica: como fazer declaração retificadora do IR

O prazo para a entrega da Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) termina no próximo dia 31. Se o contribuinte...
Leia mais
Uncategorized

Noite do Piseiro é o esquenta para a reabertura do Kazarão Clube em Ouricuri dia 04 de junho

Depois de mais de 2 anos cheio de adiamentos por conta principalmente do avanço da pandemia e por diversos artistas...
Leia mais
Uncategorized

Divulgado o resultado do concurso para o Censo 2022 do IBGE

O resultado do processo seletivo simplificado (PSS) do Censo Demográfico 2022, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), foi...
Leia mais
b22b4e93-0467-467c-a1aa-23aaeff4d789

Documento interno relata ordem de dispersão em ato contra Bolsonaro no Recife

Uma semana após o protesto contra o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido) no Recife, o Jornal do Commercio obteve acesso a um documento da comunicação interno da Polícia Militar de Pernambuco, no qual é possível identificar de onde partiu a ordem de dispersão do protesto.

Segundo apuração do JC, o documento é uma das principais provas da Corregedoria da Secretaria de Defesa Social (SDS) para entender o que houve. Vale lembrar que duas pessoas – que não participavam do ato – foram atingidas por disparos de bala de borracha nos olhos e ficaram cegas.

O documento em questão é destinado ao subcomandante do Batalhão de Choque, major Valdênio Corrêa Gondim Silva. Ele é assinado por um oficial da PM, cuja identidade está sendo preservada e descreve que uma ligação telefônica registrada às 10h20 do último dia 29.

Como tudo começou

A chamada envolvia o comandante do Batalhão de Choque, tenente coronel Bruno Alves Benvindo, que informou, por determinação do coronel Lopes, diretor adjunto da Diresp (Diretoria Integrada Especializada), que “os pelotões Alfa e Bravo deveriam ficar a postos para acionamento, pois havia a determinação do comandante geral da PMPE (Vanildo Maranhão) para fazer deslocamento para a Praça do Derby, entrar em contato com o comandante do policiamento local e realizar a dispersão de uma manifestação de militantes com aproximadamente 300 pessoas, que estavam em flagrante descumprimento ao decreto estadual sobre a covid-19”.

A tropa foi enviada ao endereço e conforme o documento registra, outro telefonema do major PM Monteiro confirmou “determinação do comando geral da PMPE era para fazer a dispersão da manifestação”. Às 11h10 a tropa foi deslocada à Avenida Guararapes.

Ordem de dispersão

“Por volta das 11h30, o capitão PM Máximo (oficial de supervisão) chegou ao local e incorporou na Tropa de Choque. Neste momento, recebi uma ligação do major Feitosa, coordenador do Copom, me informando que a determinação do comandante geral da PMPE era para que: se os manifestantes avançassem em direção à Praça do Diário, era para a Tropa de Choque realizar a dispersão via CDC, usando os meios dispostos”, relata o documento.

Ambiente hostil e cumprimento da ordem

Durante o registro oficial, destaca-se que os policiais militares foram hostilizados, dois manifestantes foram detidos por desacatar a ordem de dispersão e alguns atiraram pedras contra os PMs. Diante desse cenário, como já havia a ordem de dispersão por parte do comande geral, iniciou-se o processo.

“Diante disto, como já havia a ordem de dispersão por parte do comando geral da PMPE e a Tropa de Choque já estava hostilizada e sofrendo agressões injustificadas, iniciou-se o processo de dispersão (…) com utilização dos materiais de menor potencial ofensivo e com técnicas e táticas de controle de distúrbios civis (CDC)“, relata a comunicação interna.

Por fim, o documento reforça, uma outra ligação do coordenador do Copom informou que a ordem do comandante geral da PMPE era dispersar todos os manifestantes. E assim a tropa seguiu avançando. O JC também registra que o comandante geral não acompanhou o protesto pelo sistema de segurança, mas mesmo assim deu a ordem aos subordinados.

Deixe um comentário