Uncategorized

Em Pernambuco, 149 crianças e adolescentes estão aptos à adoção

Pernambuco ocupa atualmente o sexto lugar no ranking de estados que mais realizam adoções no País, de acordo com dados...
Leia mais
Uncategorized

Mulher que teve nome de ex tatuado no rosto desabafa: “Me matou por dentro”

Uma mulher teve o nome de seu ex-namorado tatuado no rosto após ter sido sequestrada e mantida em cárcere pelo...
Leia mais
Uncategorized

Madrasta confessa que atirou criança do 4º andar em Alagoas

A madrasta do garoto de 6 anos, que foi atirado do 4º andar de um prédio, no bairro do Benedito Bentes,...
Leia mais
Uncategorized

Prazo de convocação de candidatos do Fies termina nesta quinta-feira

O prazo para a convocação dos candidatos inscritos na lista de espera para o primeiro processo seletivo de 2022 do...
Leia mais
Uncategorized

OMS: não há urgência para vacinação contra varíola dos macacos

A Organização Mundial da Saúde (OMS) não acredita que o surto de varíola dos macacos fora da África exija vacinações...
Leia mais
Uncategorized

Governo reduz imposto de importação de vários produtos

O governo federal decidiu pela redução de 10% nas alíquotas do imposto de importação sobre vários produtos. O objetivo é,...
Leia mais
Uncategorized

Policiais prendem indivíduo e erradicam roça de maconha na Fazenda Garrote Morto, no Sertão de Pernambuco

Neste domingo (22), durante atuação conjunta entre as equipes do GATI, Malhas da Lei e NIS-2, todos da 1ª CIPM,...
Leia mais
Uncategorized

Partidos têm até dia 31 para pedir registro de federações partidárias

Até o dia 31 deste mês, a Justiça Eleitoral encerra o prazo para a oficialização de federações partidárias. Inédita no país, a nova...
Leia mais
Uncategorized

Enxaqueca requer tratamento médico, alerta neurologista

No mês de conscientização da cefaleia, o neurologista Leandro Calia, membro da Sociedade Brasileira de Cefaleia (SBC) e do corpo...
Leia mais
Uncategorized

Agência Brasil explica: como fazer declaração retificadora do IR

O prazo para a entrega da Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) termina no próximo dia 31. Se o contribuinte...
Leia mais
Uncategorized

Noite do Piseiro é o esquenta para a reabertura do Kazarão Clube em Ouricuri dia 04 de junho

Depois de mais de 2 anos cheio de adiamentos por conta principalmente do avanço da pandemia e por diversos artistas...
Leia mais
Uncategorized

Divulgado o resultado do concurso para o Censo 2022 do IBGE

O resultado do processo seletivo simplificado (PSS) do Censo Demográfico 2022, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), foi...
Leia mais
b22b4e93-0467-467c-a1aa-23aaeff4d789

Após torturar e estuprar ex por 4 horas, farmacêutico é absolvido por juri popular

Um assistente farmacêutico de 31 anos, acusado de torturar e estuprar a ex-namorada por cerca de 4 horas, foi absolvido por júri popular pelo crime de tentativa de homicídio. Para os jurados, “não houve a intenção de matar”, embora a vítima tenha relatado as horas de horror. O local onde aconteceu o crime não foi divulgado. 

Segundo reportagem do Direito News, depois do caso ter sido remetido a um juiz, já que em júris são analisados apenas acusações de crimes dolosos contra a vida, o homem foi condenado a 12 anos de prisão por cometer contra a vítima lesão corporal grave e pela violência sexual. 

A vítima passou a ser agredida após atender uma ligação de número privado em 13 de abril de 2019. Ela sabia que se tratava do ex, ligando incessantemente e queria pedir que ele parasse. Ela relata que os dois tiveram relacionamento de 1 ano e 4 meses muito conturbado pelo excesso de ciúmes do homem.

Segundo relatos feitos aos policiais, naquele mesmo dia, o homem invadiu a casa da ex, em Paranaíba, pulando o muro e passou a madrugada trancado com ela. Ela foi obrigada a destravar o celular e quando descobriu que ela estava conversando com outros homens, entre 2h e 6h, ele agrediu-a com tapas e socos, puxões de cabelo, a esfaqueou e tentou asfixiá-la.

Durante a sessão de tortura, o farmacêutico também tentou fazer sexo com a mulher. O abuso foi comprovado pelas lesões deixadas na vagina da vítima depois que o agressor tentou masturbar a ex com os dedos.

A mulher conseguiu fugir depois que o homem decidiu levá-la até a casa da mãe dele e no local, com uma faca na mão, foi impedido por parentes de continuar as agressões.

Os jurados entenderam que “não houve intenção de matar”, desclassificando o crime para lesão corporal grave. Sentenciado por juiz, ele recebeu pena total de 11 anos de reclusão, sendo 2 anos e 4 meses pela lesão e 8 anos e 8 meses pelo estupro, em regime fechado e sem direito de recorrer em liberdade. (Via: Agência Brasil)

Deixe um comentário