Uncategorized

Luz deve subir 19% em 2022, diz levantamento; seca é maior responsável

A conta de luz deve sofrer, em média, um reajuste de 19% em 2022, de acordo com cálculos da TR...
Leia mais
Uncategorized

Deputados se posicionam contra o Carnaval em Pernambuco

A Reunião Plenária da Alepe foi marcada por apelos para que o Governo do Estado adote medidas de controle da...
Leia mais
Uncategorized

MEC publica edital para adesão das instituições ao Fies de 2022

O Ministério da Educação (MEC) publicou nesta quarta-feira (1º) o edital com o cronograma e os procedimentos para participação das mantenedoras de...
Leia mais
Uncategorized

Pelo menos 14 capitais não terão festa de Réveillon neste ano

Ao menos 14 capitais brasileiras decidiram não realizar festas de Réveillon na virada de 2021 para 2022, devido ao avanço...
Leia mais
Uncategorized

Brasil tem 11,4 mil novos casos de covid-19 e 283 mortes em 24 horas

O balanço divulgado nessa quarta-feira (1º) pelo Ministério da Saúde registra 11.413 novos casos de covid-19 no Brasil, em 24...
Leia mais
Uncategorized

Inep divulga gabaritos oficiais do Enem; confira

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Anísio Teixeira (Inep) divulgou nesta quarta-feira (1º) os gabaritos oficiais do Exame Nacional...
Leia mais
Uncategorized

Senado vota hoje medida que cria Auxílio Brasil, o novo Bolsa Família

O Senado vota nesta quinta-feira a medida provisória (MP) que criou o programa Auxílio Brasil, substituto do Bolsa Família e...
Leia mais
Uncategorized

Mega-Sena acumula e prêmio sobe para R$ 16 milhões; confira os números

A Caixa realizou na noite desta quarta-feira o sorteio do concurso 2.433 da Mega-Sena, com um prêmio de R$ 11.008.240,88,...
Leia mais
Uncategorized

Mais de 300 hectares de caatinga e cerrado desmatados em Área de Proteção Ambiental na Chapada do Araripe

Uma área de mais de 300 hectares da Serra da Perua, encravada na Área de Proteção Ambiental (APA) da Chapada...
Leia mais
Uncategorized

Brasil tem a maior proporção de crianças fora da escola dos últimos seis anos

Levantamento do Todos Pela Educação mostra que o Brasil tem o maior número de crianças de 6 a 14 anos...
Leia mais
Uncategorized

Bolsonaro no PL muda dinâmica de forças na oposição pernambucana

Foto: reprodução Por Diego Lagedo / PE em Pauta A filiação de Bolsonaro ao PL, realizada nessa terça-feira (30), continua...
Leia mais
Uncategorized

Mais 230 casos e oito mortes por Covid-19 são registrados em Pernambuco

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) registrou, nesta terça-feira (30), 230 casos da Covid-19. Entre os confirmados hoje, 19 (8%)...
Leia mais
b22b4e93-0467-467c-a1aa-23aaeff4d789

ONU: interrupção de vacinas regulares põe milhões de crianças em risco

Milhões de crianças cujas imunizações regulares foram interrompidas pela pandemia de covid-19, especialmente na África, agora correm risco de contrair doenças potencialmente mortais, como sarampo, pólio, febre amarela e difteria, alertam agências de saúde da Organização das Nações Unidas (ONU).

Omissões nas vacinações causaram surtos de sarampo graves no Paquistão e no Iêmen, disseram as agências, e provavelmente levarão a epidemias futuras à medida que mais vacinações infantis frequentes deixarem de ser administradas.

“Lacunas na cobertura de vacinações já estão tendo consequências graves no mundo real”, disse o chefe da OMS, Tedros Adhanom, em entrevista coletiva virtual na qual também anunciou uma nova estratégia global de imunização.

A estratégia visa a reduzir de 20 milhões para 10 milhões o número das chamadas crianças “zero doses”, aquelas que não foram vacinadas, entre outras medidas.

A diretora de Inoculações da OMS, Kate O’Brien, disse na mesma entrevista coletiva que essas medidas poderiam evitar até 50 milhões de mortes até 2030.

Na comparação com 2020, algum progresso foi feito na restauração das vacinações de rotina interrompidas pela pandemia, mas mais de um terço dos 135 países que participaram de uma pesquisa da OMS disseram ainda enfrentar dificuldades.

“Mesmo antes da pandemia, havia sinais preocupantes de que estávamos começando a perder terreno na luta contra doenças infantis evitáveis, já que 20 milhões de crianças já estão sem vacinações críticas”, afirmou Henrietta Fore, diretora executiva do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), em comunicado conjunto com a OMS e a aliança de vacinas Gavi. Da Agência Brasil

Deixe um comentário