Uncategorized

“Natal Luz e Amor que Transforma” celebra a magia do Natal em Ouricuri

Quem passa pelas avenidas e no entorno da praça Frei Damião já pode perceber a movimentação e o clima contagiante...
Leia mais
Uncategorized

Operação Lei Seca completa uma década de atuação em Pernambuco

Foto: divulgação A Operação Lei Seca (OLS) em Pernambuco completa, neste mês, uma década de atuação junto aos motoristas pernambucanos...
Leia mais
Uncategorized

Bolsonaro é o melhor cabo eleitoral que Moro poderia ter

Desde o início do governo, o presidente Jair Bolsonaro fazia tudo errado e dava certo para ele. A partir de certo momento,...
Leia mais
Uncategorized

Brasil já aplicou ao menos uma dose de vacina em 90% dos adultos acima dos 18 anos

O Ministério da Saúde anunciou que o Brasil alcançou, nesta quinta-feira, a marca de 90% do público-alvo (população adulta) vacinado...
Leia mais
Uncategorized

Carnaval de Pernambuco pode ser realizado em formato diferente em 2022

O Carnaval de Pernambuco de 2022 pode ser modulado, informou o secretário de Saúde do Estado, André Longo, em coletiva...
Leia mais
Uncategorized

Flexibilização de máscara em Pernambuco cai por terra

Pernambuco voltou atrás na decisão de liberar o uso de máscara ao atingir 80% da população vacinada, como estava previsto...
Leia mais
Uncategorized

Deputado do PL é flagrado com dinheiro que seria do orçamento secreto

Em imagens divulgadas pela revista Crusoé, Josimar de Maranhãozinho, deputado do Partido Liberal, aparece manuseando maços de dinheiro que, segundo a Polícia Federal,...
Leia mais
Uncategorized

Araripina: Polícia investiga suposto abuso sexual em criança

Foto: Blog do Roberto Ao dar entrada na UPA, a criança apresentava quadro clínico de obstrução do reto por algum...
Leia mais
Uncategorized

Vale-gás não consegue cobrir metade do custo do botijão em 17 estados

Sancionado na última semana pelo presidente Jair Bolsonaro, o auxílio previsto no programa Gás dos Brasileiros começará a ser pago...
Leia mais
Uncategorized

Presidente regulamenta auxílio gás e Programa Alimenta Brasil

O presidente Jair Bolsonaro editou nesta quinta-feira (2) decreto que regulamenta a Lei 14.237/21, que institui o auxílio gás. O texto...
Leia mais
Uncategorized

PEC: Gleisi se diz surpresa com votos favoráveis de senadores petistas

A decisão da maioria dos senadores do PT de votar a favor da PEC dos Precatórios irritou a presidente nacional...
Leia mais
Uncategorized

Ministério confirma cinco casos da variante Ômicron no Brasil

O Ministério da Saúde confirmou nesta quinta-feira (2) cinco casos da variante Ômicron no Brasil – três em São Paulo e...
Leia mais
b22b4e93-0467-467c-a1aa-23aaeff4d789

Por que políticos de peso, incluindo o governador, podem disputar vaga na Câmara Federal?

Enquanto o debate sobre a reforma eleitoral não avança na Câmara dos Deputados, os partidos já iniciaram as articulações para a formação de chapas proporcionais competitivas, já que as eleições de 2022 prometem ser uma das mais acirradas. Isso porque, muitas legendas sentiram os efeitos amargos das recentes minirreformas eleitorais que impuseram, entre outras mudanças, o fim das coligações partidárias. Nem mesmo partidos mais robustos como PSB, MDB, DEM, PT e PSDB podem se considerar em uma posição mais “confortável”, e por isso apostam em nomes de peso para ampliar seus espaços no parlamento federal.

 “Agora, os partidos concorrem sozinhos e precisam de nomes que atraiam votos para consagrar sua permanência. Outro fator vigente é a cláusula de desempenho dos votos nacionais para que o partido tenha acesso aos recursos públicos, que asseguram em grande medida sua manutenção. Então, é necessário que os partidos lancem seus melhores candidatos para que ajudem a preencher as vagas na Câmara e melhorem o desempenho do partido para escapar da cláusula de barreira”, explicou o cientista político e professor da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Arthur Leandro.

A utilização desse candidato personalista como ferramenta para puxar votos e tornar a chapa proporcional mais atrativa para os eleitores, não é algo novo no Brasil, mas é fato que será uma estratégia intensificada nas próximas eleições diante das atuais regras em vigência. A cientista política e professora da Faculdade de Ciências Humanas de Olinda (Facho), ressalta que “ existe a necessidade do perfil ser sobre quem o eleitor está procurando”, já que houve um alto índice de renovação em 2018.

“Estamos envolvidos num processo de uma agenda de mudanças. Viemos de uma crise política, econômica e de saúde pública, e essa insatisfação tende a ficar mais aflorada. Esses nomes mais conhecidos, realmente funcionam como puxadores pela estrutura política que eles oferecem, mas ao mesmo tempo, o partido tem que ter um certo cuidado para não parecer um partido velho que ficou para trás”, destaca Lapa.

Deixe um comentário