Uncategorized

Em menos de 24 horas, duas mulheres são assassinadas em Petrolina

Fotos: WhatsApp/reprodução Em menos de 24 horas, de sábado (24) para domingo (25), Petrolina registrou o assassinato de duas mulheres....
Leia mais
Uncategorized

Mulher sofre agressão e ameaça de morte de ex-marido em Juazeiro

Um vídeo mostra uma agressão e violência contra uma mulher de 36 anos, em Juazeiro (BA), que mora  no bairro...
Leia mais
Uncategorized

Sábado é dia de Pizza, aproveite o final de semana em alto estilo, degustando as melhores pizzas da cidade com seus amigos

Leia mais
Uncategorized

Caixa paga hoje auxílio emergencial a nascidos em julho

Trabalhadores informais nascidos em julho recebem hoje (24) a quarta parcela da nova rodada do auxílio emergencial. O benefício terá...
Leia mais
Uncategorized

Cabo do Exército diz que foi ameaçado por um indivídou com uma faca em Araripina

Foto: ilustração Caso ocorreu no distrito de Gergelim e foi registrado na Delegacia Local Policiais militares da 9ª CIPM foram...
Leia mais
Uncategorized

Filho agride a própria mãe com barra de ferro em Araripina

(Foto ilustrativa) Uma mãe foi agredida pelo próprio filho em Araripina, Sertão do Araripe. De acordo com a 9° Companhia...
Leia mais
Uncategorized

Pernambuco anuncia compra de 1,4 milhão de testes para frear variante delta

Visando combater a disseminação de novas cepas do coronavírus em Pernambuco, o Governo do Estado irá investir na compra de...
Leia mais
Uncategorized

Caminhão carregado de madeira irregular é retido em Petrolina

Durante uma fiscalização da Polícia Rodoviária Federal (PRF) na BR-407, em Petrolina, na última quinta-feira (22), um caminhão que transportava...
Leia mais
Uncategorized

Covid-19: 58,5% do público-alvo no Brasil recebeu a primeira dose

Dados do Ministério da Saúde apontam que foram aplicadas no país mais de 130 milhões de doses de vacinas contra...
Leia mais
Uncategorized

Anvisa suspende estudos clínicos da Covaxin no Brasil

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) divulgou na noite de hoje (23) que determinou a suspensão cautelar dos estudos...
Leia mais
Uncategorized

Mega-Sena pode pagar R$ 7 milhões no sorteio deste sábado

Mega-Sena pode pagar R$ 7 milhões neste sábado (24) ao apostador que acertar as seis dezenas sorteadas. O sorteio do concurso...
Leia mais
Uncategorized

Pazuello recebeu R$ 88,5 mil em diárias e ajuda de custo do Ministério da Saúde em 2020

Folha de S.Paulo O general Eduardo Pazuello recebeu R$ 88,5 mil em diárias e ajuda de custo do Ministério da...
Leia mais
b22b4e93-0467-467c-a1aa-23aaeff4d789

Após ajuda da União, estados e municípios fecharam 2020 no azul e com caixa recorde

Após o socorro financeiro bilionário da União, as finanças públicas estaduais e municipais fecharam o ano de 2020 praticamente ilesas à pandemia de Covid-19. Enquanto o governo federal teve um rombo histórico e viu a dívida pública aumentar, governadores e prefeitos registraram a maior disponibilidade de caixa dos últimos 20 anos e encerraram o ano no azul, no melhor resultado primário desde 1991.

O conjunto dos estados e municípios teve um superávit primário de R$ 38,75 bilhões no ano passado, de acordo com dados do Banco Central. Esse é o montante em que as receitas superaram as despesas.

O resultado é o melhor da série histórica, iniciada em 1991. Até então, o recorde tinha sido registrado em 2011, quando o superávit foi de R$ 32,9 bilhões. O resultado do ano passado também foi mais que o dobro do registrado em 2019, quando as contas dos governos locais ficaram no azul em R$ 15,2 bilhões.

A conta da Covid-19 sobrou toda para a União. O governo federal teve um rombo de R$ 743,1 bilhões no ano passado, incluindo as despesas extras para combater os efeitos da pandemia na saúde e na economia. O resultado não inclui os valores do pagamento dos juros da dívida, por isso é chamado oficialmente de resultado primário. O valor foi equivalente a 10% do Produto Interno Bruto (PIB). Foi o pior de toda a séria histórica do Tesouro Nacional, iniciada em 1991.

O resultado foi diretamente influenciado pela pandemia, já que o governo teve um gasto extra de R$ 520,9 bilhões, em valores nominais. A maior despesa foi com o auxílio emergencial, que custou R$ 293,11 bilhões aos cofres públicos. A segundo maior foi a ajuda a estados e municípios, que totalizou uma injeção direta de R$ 78,2 bilhões, incluindo transferências constitucionais e extras.

Somente com o socorro extra, a União repassou R$ 60 bilhões a estados e municípios, em quatro parcelas pagas entre junho a setembro. Foram R$ 10 bilhões destinados a ações de saúde e assistência social, sendo R$ 7 bilhões a governadores e R$ 3 bilhões a prefeitos. Os R$ 50 bilhões tiveram aplicação livre, sendo R$ 30 bilhões para os estados e R$ 20 bilhões para os municípios.

A União também suspendeu o pagamento de dívidas dos governos locais. Com isso, prefeitos e governadores tiveram uma folga de R$ 65 bilhões, totalizando a ajuda extra do governo federal aos governos locais em R$ 125 bilhões. O Executivo realizou, ainda, as transferências constitucionais previstas em lei, liberando R$ 16 bilhões para os fundos de participação dos estados (FPE) e municípios (FPM).

Dinheiro sobrando em caixa
Com o pacote de ajuda, os estados e municípios terminaram o ano com dinheiro em caixa. Segundo dados do Tesouro Nacional, os governos locais tinham R$ 82,8 bilhões sobrando nos cofres públicos. O valor é quase o dobro do registrado em 2019, quando a sobra foi de R$ 42,7 bilhões. Também foi o melhor resultado da série histórica iniciada em 2001.

Esse dinheiro disponível em caixa forma um colchão de liquidez, podendo ser usado pelos governos locais em 2021 para pagamento de despesas correntes ou investimentos. A sobra vem num momento importante, de recrudescimento da pandemia e retorno das medidas de restrição da atividade econômica. Até o momento, o governo federal não sinalizou intenção em dar uma nova ajuda aos governadores e prefeitos. Com informações da Gazeta do Povo.

Deixe um comentário